Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tens a loucura que a manhã ainda te traz

Este blog resume-se, basicamente, aos meus devaneios mentais.

Tens a loucura que a manhã ainda te traz

Este blog resume-se, basicamente, aos meus devaneios mentais.

11
Abr13

Coisas Antigas

Catarina Watson.

"nunca fui capaz de deitar os meus sentimentos cá para fora. Para alguns é tão natural como chorar: sentes  e “bam”, soltas tudo o que tens dentro de ti.

Eu não sou assim. Sou mais teimosa em deixar-me ir, difícil de levar por quem quer que seja.

No entanto, também não sou o gigante de marfim que muitos pensam que sou.

E, portanto, como faltavam exactamente 3 dias para a minha partida, decidi deixar lhe um bilhete.

Prometia voltar brevemente e nunca me esquecer dele. Prometia ligar todos os dias.

Mas aquilo era mais um pedido de «não te esqueças de mim», do que outra coisa.

Deixei o bilhete em cima da mesa e vim-me embora, esperando que ele compreendesse. Que ele não me esquecesse."

 

O que eu escrevia há um tempo atrás, quando sonhava ter um italiano para noivo e achava que conseguia agarrar o mundo. Watson, não mudaste nadinha.