Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tens a loucura que a manhã ainda te traz

Este blog resume-se, basicamente, aos meus devaneios mentais.

Tens a loucura que a manhã ainda te traz

Este blog resume-se, basicamente, aos meus devaneios mentais.

13
Dez11

"Esta noite sou don(a) do céu"

Catarina Watson.

E, metaforicamente falando, sobrevoou toda a cidade, naquela noite. Por muito estranho que parecesse, tudo se assemelhava ao que idealizara previamente: as cores, os sons, os cheiros, tudo contribuía para uma sinestesia perfeita. A sua alma fundira-se com a lua, e eram um todo, num instante. Saltitou por entre as várias perspectivas, inspirou o maior número de vezes possível. Queria tê-la dentro de si: à cidade, à noite. Queria suportar tudo aquilo dentro de si, resguardando-as com o máximo de cuidado, para que não corresse o risco de lhe escapar um qualquer pormenor.

Espremeu o máximo que conseguiu, rodopiou em volta de uma estrela e, por fim, sentou-se no seu topo. Lá, tinha uma vista inigualável em comparação com qualquer outra parte. Depois, sorriu. Semicerrou os olhos e recordou-se do quão se podia orgulhar de si mesma, de concretizar os seus desejos, ainda que na mais madrasta das condições.

No dia seguinte, percorreu todos os retratos, cuidadosamente. Mas não tinha o mesmo sabor, claro que não tinha. E, pela primeira vez na sua vida, deixou escapar uma breve lágrima de felicidade, pois desta vez tinha a certeza de que nada fora um sonho.

 

 

Tumblr_lvw4rzbkoa1qd76qco1_500_large

1 comentário

Comentar post